Sábado, 21 de Abril de 2007

Observar, Escutar...não é preciso Falar.

Observar, Escutar…não é preciso Falar.

 

A noite já tinha caído,

O frio sentia-se no ar, vagando perdido

Olhei em redor e deixei-me ficar

Vinha apenas para observar.

 

Na mão uma castanha assada,

Iluminada pelas luzes que enfeitavam a rua,

E lá em cima bem distante a lua

Sorria enfeitiçada.

 

Sentada naquele banco,

Observava a multidão

Deambulando por entre a agitação,

Mergulhada naquele fumo branco.

 

Sorrisos abertos,

Sorrisos fechados,

Sorrisos perpétuos,

Sorrisos errados.

 

Expressões melancólicas,

Gargalhadas eufóricas,

Expressões cansadas,

Gargalhadas envergonhadas.

 

Olhares puros,

Olhares altivos,

Olhares duros,

Olhares passivos.

 

Pessoas diferentes passavam por mim,

Algumas presentes,

Outras ausentes,

Percorriam caminhos sem fim.

 

Ali sentada fiquei a observar,

O pensamento das pessoas tentava adivinhar,

Enquanto percorriam aquela estrada

Comunicava com elas, mesmo calada.

 

Não é preciso falar para entender,

Não é preciso falar para conhecer,

Basta escutar,

Basta observar.

 

Ouviu – se o barulho da castanha a cair no chão,

Há muito tempo que já não havia multidão,

O frio era agora apertado,

Levantei-me e procurei outro banco ainda inexplorado.

 

 

Patrícia Santos

 

8/01/07

 

 

sinto-me: Bem-disposta!
música: Fort Minor - Where'd you go
publicado por a_beautiful_smile_has_a_troubled_soul às 12:51
link | comentar | ver comentários (6) | favorito
Terça-feira, 10 de Abril de 2007

Sorrisos

Sorrisos

 

Há sorrisos de felicidade

Há sorrisos de tristeza

Há sorrisos de verdade

E sorrisos que demonstram frieza.

 

Sorrisos cansados

Sorrisos perdidos

Sorrisos desesperados

Sorrisos vendidos.

 

Há sorrisos envergonhados

Há sorrisos emotivos

Há sorrisos angustiados

E sorrisos sem motivo.

 

Sorrisos calados

Sorrisos quentes

Sorrisos falados

Sorrisos pendentes.

 

Há sorrisos sentidos

Há sorrisos puros

Há sorrisos contidos

E sorrisos duros.

 

Sorrisos lembrados

Sorrisos esquecidos

Sorrisos quebrados

Sorrisos vividos.

 

Há sorrisos e mais sorrisos e todo o tipo de sorrisos

Para a sua existência não há razão

Existem porque são precisos

Existem e eternamente existirão.

 

Sorria sem razão

Saiba sorrir de cor.

Sorria sem um “senão”

Porque um sorriso torna tudo melhor!

Patrícia Santos

10/04/07

_____________________________________________________

Este poema foi escrito hoje de manhã, no comboio, quando ia para o meu estágio. Não sei bem porque é que o escrevi, sei que o escrevi muito rápido. Talvez por isso esteja um pouco "ranhoso". Hehehe! Mas eu postei na mesma! =D

 

sinto-me: On fire ao ouvir esta música!
música: Street of fire - Nowhere Fast
publicado por a_beautiful_smile_has_a_troubled_soul às 20:08
link | comentar | ver comentários (12) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 26 seguidores

.Junho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Observar, Escutar...não é...

. Sorrisos

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O Poder da Memória

. Momento Inesquecível

. Mãos Dadas

. Um Caso de Paixão

. O amor na areia

.links

.pesquisar

blogs SAPO

.subscrever feeds